• Photobucket

Home / Música / Punk nos tempos de crise

Punk nos tempos de crise

BPI_3675Carne pa Canhão. É um nome que não deixa ninguém indiferente e espelha bem uma das mensagens que esta banda de punk-rock procura transmitir: “Somos todos, [sem excepção], carne para canhão”. Gonçalo Ferreira (voz), Tiago Cortez (guitarra), Fernando Jesus (bateria) e Francisco Costa (baixo) são os quatro membros dos Carne pa Canhão, punks desde sempre e cada vez mais.

A provar que o punk não está morto nem nada que se pareça, esta banda de Coimbra faz jus às suas raízes e toca como se não houvesse amanhã ou daqui a bocado, com muito gás e atitude. Mais ainda, e nas palavras do baixista “Xico Dinamite”, “onde há crise há punk”. “Punk’s Not Dead”, estamos entendidos?

Com cerca de dois anos de existência, a formação foi sofrendo algumas alterações até chegar à actual e que tem como base a grande amizade e entendimento entre todos os membros. Tiago e Pedro já tinham tocado juntos, os restantes membros foram-se juntando à formação à medida que as coisas foram ganhando consistência e a disponibilidade passou a ser uma questão importante para todos. Hoje ninguém falta aos ensaios e o profissionalismo com que todos ali trabalham é indiscutível.

logo2

Entre os vários temas que têm em fase final de gravação para o primeiro álbum de originais (a sair até ao Verão), Natureza Devastada foi a escolhida para o nosso Palco Preguiça, gravado ao vivo na rampa de skate da NADA Skate Co., e fala da destruição do nosso planeta e do ambiente que todos os dias se degrada um pouco mais. Todas as músicas têm uma forte componente de intervenção pessoal e humana e uma estética própria, que os adereços usados pelos vários elementos ajudam a consolidar. Ficámos curiosos com um tema cantado por Gonçalo dentro de um velho televisor, aguardamos pelo registo videográfico.

A par do trabalho da banda, o local de ensaio serve também de casa à Moshpit Alternative Records, uma editora que pretendem estabelecer e onde também já gravou a banda Drum&Didge, um projecto que vamos brevemente conhecer. Os AFTA também ali ensaiam e há mais projectos no horizonte a quem querem prestar apoio e servir de base de lançamento, pelo que estaremos atentos. Até lá, ficamos com este Natureza Devastada e esperamos pelos próximos concertos.

 

Texto, vídeo e fotografia de Bruno Pires

(Publicado a 09 de Abril de 2015)