• Photobucket

Home / Tendências / Terra Fresca

Terra Fresca

BPI_1699Se vive na cidade e sempre sonhou ter um pedaço de terreno para cultivar, saiba que agora pode pegar na enxada e começar a trabalhar. O projecto Terra Fresca, apresentado publicamente no passado dia 22 de Abril (dia da Terra), é um projecto inovador e que, aliando a responsabilidade social com o respeito ambiental, nos traz, literalmente, frescura. A Preguiça não perdeu tempo e foi falar com Alexandre Silva e Gabriela Miranda, os porta-vozes de uma equipa de cinco dinamizadores.

Terra Fresca é uma empresa que fornece um serviço de gestão de hortas, permitindo que os utilizadores, a quem fazem questão de chamar parceiros, se tornem produtores responsáveis, mediante o seu tempo disponível. Com um espaço dividido em quarteirões de 28 talhões (com aproximadamente 50m² cada), pretende-se garantir a qualidade alimentar, a promoção da produção local e o consumo responsável. No entanto, é muito mais do que isto.

A ideia começou por ser pensada e criada com os objectivos de cumprir o papel da cidadania, intervir socialmente e contribuir para uma mudança, primeiro localmente, no modo como nos apresentamos ao mundo. Mas, convém nunca esquecer, que a bússola que orienta os sentidos deste projecto é a sustentabilidade. “A filosofia deste projecto assenta essencialmente numa vertente muito específica que são os quatro pilares da sustentabilidade: económico, social, ambiental e institucional”, explicam.

BPI_1731

Para conquistar o seu terreno, a Terra Fresca começou por ir ao encontro de uma IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social) que, juntamente com eles, abraçasse de corpo e alma este desafio. A procura não foi grande e rapidamente se cruzaram com a Graça de São Filipe (um Lar de idosos), em Bencanta, onde a horta se encontra. “Enalteço a coragem desta instituição, pois acolheram-nos e assumiram esse risco. Estamos a 100% no projecto, há uma grande responsabilidade social aqui, mas assumimos que há uma margem de risco, como quase todos os projectos empresariais. Os nossos produtos são para a Graça de São Filipe e é uma honra ver os utentes participativos e felizes”.

Na prossecução dos seus compromissos, o passo seguinte foi a plantação de um medronhal (com 6.000m²), visto que o medronheiro é um eficiente recuperador de solos. “Tínhamos de dar o exemplo e plantámos medronheiros, pois estes precisam de pouca matéria orgânica para sobreviver e no entanto, conseguem tornar os solos mais férteis”. Além disso, contam em tom de curiosidade, é uma planta que adquiriu um valor simbólico para esta equipa: “O medronho foi escolhido também por ser uma planta resiliente e até ao momento nós temos sido igualmente resilientes”.

Passando à prática, este projecto permite que qualquer cidadão se possa tornar parceiro adquirindo um espaço para cultivo próprio. “A Terra Fresca abre-se à comunidade não só através da parceria com IPSS’s, mas também com qualquer cidadão ou família que queira um espaço de convivência, satisfação, prazer e segurança alimentar”, explicam. Para além da disponibilização de um espaço organizado e preparado para plantar e colher, a prestação de serviços por parte da empresa engloba assessoria e aconselhamento especializados, acesso a ferramentas, pontos de água e espaços colectivos de armazenamento e lazer.

BPI_1674

Existem então três modalidades através das quais se pode estabelecer esta parceria. A Modalidade I (25€ mês), em que cada cliente tem uma dedicação total, escolhendo as suas culturas e realizando todas as tarefas da actividade hortícola. A Modalidade II (40€ mês), onde o parceiro define com a Terra Fresca quais as culturas que quer, cabendo depois à empresa a realização de todas as tarefas, da sementeira à colheita. Por fim, a Modalidade III (65€ mês), igual à modalidade anterior somando-lhe o serviço de entrega dos produtos. Há ainda a Modalidade Empresas, onde se prevêem todas as tarefas agrícolas, bem como a organização de actividades colectivas e de voluntariado.

Através de um contrato anual (renovável) e um pagamento mensal, é possível tornar-se parte activa de um projecto amplo e que actua em diferentes vertentes. Os preços praticados compensam os do supermercado e têm a garantia da qualidade. “Temos os certificados de tudo o que compramos: as plantas, as sementes e os compostos necessários. É tudo biológico e feito em modo biológico”.

Neste momento, a Terra Fresca conta com cerca de trinta contratos assinados e tem como objectivo tornar-se um exemplo a ser replicado. Para qualquer clarificação adicional, que imaginamos ser necessária, basta ir ao site da Terra Fresca ou entrar em contacto directo.

A possibilidade de consumir produtos frescos e saudáveis tornou-se maior e podemos assegurar que as alfaces são muito boas.

Terra Fresca
Sede: Rua João de Deus, CC Girassolum, Loja 217
Telefone: 966064036
Horta: Graça de São Filipe, Bencanta

Texto de Carina Correia
Fotografia de Bruno Pires

(Publicado a 4 de Junho de 2014)