• Photobucket

Home / Cinema / O Sentido do Amor

O Sentido do Amor

Perfect-Sense

O Sentido do Amor” (“Perfect Sense”) é um filme de 2011 mas que só agora estreou nas salas de cinema portuguesas. Realizado por David Mackenzie (“Young Adam”, 2003; “You Instead”, 2011) este é um filme que nos desperta literalmente todos os sentidos.

Se queremos ver um filme criativo e diferente, “O Sentido do Amor” é uma escolha certa. Proporciona-nos um exercício desafiante e repleto de significado, embora possamos dar por isso só quando termina. É um filme que, tal como o nome indica, fala de amor, mas não de uma forma lamechas ou vulgar. Fala sobre aquilo de que os humanos são feitos, sobre os cinco sentidos que nos permitem percepcionar a vida. O modo como David Mackenzie nos serve esta experiência é através de um cenário de privação desses mesmos sentidos, uma humanidade a viver no caos.

Susan (interpretada por Eva Green), uma epidemiologista frustrada emocionalmente, e Michael (interpretado por Ewan McGregor), um cozinheiro com problemas relacionais, conhecem-se e começam a desenvolver uma relação amorosa ao mesmo tempo que uma epidemia alastra pela população. Esta epidemia que começa a tomar conta do planeta, caracteriza-se pela perda dos sentidos, cada um por sua vez. Susan e Michael não são excepção e também eles sentem o efeito desta inexplicável (o que acaba por não ser relevante) epidemia. O facto de Susan ser epidemiologista e portanto, em busca de uma explicação e cura, e de Michael ser um cozinheiro que tem de se adaptar à nova realidade, torna ainda mais interessante o desenrolar da história.

O tom apocalíptico do filme coincide com o modo como os protagonistas se sentem interiormente. E os desafios que o caos instalado sugere são comparáveis aos que ambos têm de enfrentar na sua relação de amor. As duas realidades, humanas e pessoais, conseguem entrelaçar-se de forma coerente e credível. Aliás, Eva Green e Ewan McGregor são uma dupla cheia de química e força nos seus papéis.

Este filme ajuda-nos a dar valor ao dia-a-dia e às simples coisas da vida a que nem sempre damos atenção. Percebemos o quanto a perda de sensações muda a realidade e assim acontecendo, como viveríamos com isso. Dito desta forma parece um filme cheio de lugares-comuns, mas na verdade está muito longe disso. Podemos mesmo dizer que estamos perante um exercício filosófico. O que existe para além do que cheiramos, saboreamos, ouvimos, tocamos e vemos?

Há quem diga que existe um sexto sentido, o amor. Cabe a cada um de nós tomar posição em relação a esta afirmação. Ver este filme ajudará com certeza.

Título: Perfect Sense
Realizador: David Mackenzie
Actores: Eva Green; Ewan McGregor; Connie Nielson
Ano: 2011

Texto de Carina Correia

(Publicado a 7 de Novembro de 2013)