• Photobucket

Home / Tendências / A gula é um pecado que escapa

A gula é um pecado que escapa

gulapa-4

Era uma vez uma menina que gostava de cozinhar e um menino que gostava de comer. Ela fazia bolachinhas e ele comia.

Marisa Gomes e João Matias dão-se bem na cozinha. Ela inventa receitas, ele está sempre pronto para comer. Uma parceria perfeita da qual nasceu a marca Gulapa, de bolachas tradicionais.

Marisa e João viviam em Angola quando idealizaram a Gulapa. As saudades de Portugal, dos amigos e da família levou-os a procurar na cozinha algum conforto para o vazio que lhes causava a distância de casa. Começaram a fazer bolachas com base em receitas tradicionais e a inquestionável satisfação de João em comê-las foi o empurrãozinho que faltava a Marisa para decidir comercializá-las.

Enquanto as receitas se afinavam em Angola, já uma amiga leiriense, na Bélgica, tratava da imagem. No regresso a casa já não restavam dúvidas, a Gulapa ia ser lançada no mercado com o intuito de levar até às pessoas um produto caseiro, feito inteiramente por processos manuais e de receitas muito originais. Coco, Mel, Especiarias, Aveia ou Cardomomo são alguns dos ingredientes chave das deliciosas bolachinhas que já estão à venda em cerca de 30 lojas, maioritariamente entre Leiria e Coimbra. Mas “a ideia é crescer” e, por isso, reformularam recentemente a sua produção para poderem aumentar a capacidade de resposta e chegar a mais sítios, mantendo a sua filosofia de entregas personalizadas e em mão, sempre que possível.

gulapa-_-produto

Prestes a fazer um ano de existência no mercado e já com outros produtos além das bolachas contemplados pela marca, como amêndoas e avelãs caramelizadas ou chás, a Gulapa lançou-se agora no chocolate. Bombons de chocolate com castanhas e mel são o mais recente produto da marca que vai ser lançado no próximo fim-de-semana – de 8 a 10 Novembro – na XXIV Feira da Castanha e do Mel da Lousã. Nós provámos e aprovámos!

O mel da Lousã já era usado nas bolachas da Gulapa que, desde o ínicio, privilegia os produtos naturais e regionais. Marisa reside há muitos anos em Leiria mas é natural da Lousã, pelo que não hesitou em criar um produto Gulapa inspirado na sua terra natal.

Os bombons que chegam agora ao mercado só estarão à venda durante o Inverno para não perderem a qualidade. A sazonalidade é também uma característica da Gulapa que vai variando a sua oferta de produtos ao longo do ano. Estes saquinhos transparentes de tentação, mas sem pecado, custam, dependendo do produto, entre 3 e 5 euros.

Falta ainda dizer que Marisa e João são as caras deste projecto mas por trás deles estão alguns amigos e familiares que ajudam na produção, na concepção das embalagens, no desenvolvimento da imagem e, claro, no controlo de qualidade, porque para trincar uns docinhos há sempre quem.

Texto de Paula Lagoa
Fotografia de Ricardo Graça

(Publicado a 7 de Novembro de 2013)