• Photobucket

Home / Artes / Museu dos Bichos

Museu dos Bichos

BPI_00009 A Galeria de Zoologia do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra é um local de passagem obrigatória para quem gosta de preguiças e de outros animais, ainda que um pouco “parados”. Iniciado pelo Marquês de Pombal com a criação do Gabinete de História Natural da Universidade de Coimbra no século XVIII, o espaço conta hoje com mais de 200.000 animais, preservados e expostos em várias salas divididas por diferentes categorias como Portugal, África, Mar e Esqueletos.

BPI_3617

Se à entrada ficamos encantados com a beleza do mobiliário semelhante ao do gabinete original, na terceira sala somos quase que engolidos (literalmente) por um esqueleto de baleia-comum com vinte metros de comprimento, ao lado da qual outros esqueletos de orcas e golfinhos desaparecem tal o porte do grande mamífero ali exposto. Nós nem os vimos.

Nas galerias adjacentes, tubarões, peixes-lua, bacalhaus e ouriços do mar são algumas das espécies presentes na Sala do Mar que se podem observar de perto e sem precisar de mergulhar nos vários oceanos que habitam. Ou habitaram, porque alguns destes animais estão já extintos ou deixaram há muito o nosso território, como são, por exemplo e respectivamente, o caso da cabra-brava do Gerês ou do esturjão.

BPI_3607

Alguns com mais de 200 anos, muitos destes animais encontram-se em perfeito estado de conservação e constituem um valioso espólio para muitas e diversas áreas, desde a simples observação pelos visitantes que durante todos os Sábados e até 28 de Dezembro ali podem dirigir-se e visitar o espaço, como para estudantes e investigadores de diversas disciplinas, seja no desenho de modelo ou em análises de ADN.

Situado em frente do Laboratorio Chimico nas instalações do antigo Colégio de Jesus, o “museu dos bichos” como era apelidado pela população da cidade, merece ser visitado por todos os que gostam de bicharada. Nós, preguiças que somos, sentimo-nos em casa e prometemos voltar para algo muito especial, a publicar brevemente. Até lá, podem consultar os horários de visita e outras informações no site do Museu da Ciência, aqui.

Texto e fotografia de Bruno Pires

(Publicado a 31 de Outubro de 2013)