• Photobucket

Home / Música / Cass McCombs – Big Wheel and Others

Cass McCombs – Big Wheel and Others

CassMcCombs02Cass McCombs sempre foi inquieto e um dos músicos mais prolíferos dos últimos anos. O seu universo contemplativo e padrões de acordes tradicionais sempre deram a impressão de um homem que escreve uma dúzia de canções por dia.

Neste contexto, “Big Wheel and Other Things” é sem dúvida o maior derramamento de criatividade desenfreada de McCombs: um disco com 22 faixas, um hino de 90 minutos às suas sessões de improvisação: soltas, com alma, por vezes macabras. É um álbum duplo, o sétimo e meio da sua carreira. Tempo para destilar tudo o que temos ouvido de McCombs numa bela coleção de canções.

Depois dos 2 discos de 2011 – “Wit’s End” e “Humor Risk”: “Wit’s End” estava cheio de canções incomodativas de adormecer (no bom sentido) de oito minutos, enquanto “Humor Risk” era muito mais propenso ao desenrolar da vida num respiro de Blues e baterias pulsantes – este “Big Wheel and Others” funde estas duas identidades, movendo-se entre os dois pólos das suas fantasias, reflexões de McCombs (o Deus dos Sofredores) sobre a vida, amor, perda e crença.

https://soundcloud.com/tags/big%20wheel%20and%20others

Cass McCombs é um daqueles artistas cuja verdadeira essência está na sua entrega confessionária, é essa a sua grande força. “Big Wheel and Others” é a sua melhor demonstração. Há passagens/momentos aqui que num álbum mais curto, poderiam ser motivo de distração indulgente – o solo de saxofone em ‘The Burning of the Temple, 2012’, por exemplo, ou a “jam” de 9 minutos no meio de “Everything Has To Be Just So”.

Mas o tempo de duração do álbum dá a estes momentos um senso de perdão. Algumas destas canções são completamente exageradas, outras subdesenvolvidas. Mas tudo parece ter o seu lugar em “Big Wheel and Others”. Num disco de 35 minutos a repetição da música “Brighter ” (cantada por Karen Black) seria um terreno pantanoso e até sem sentido. Como parte de um disco amplo de hora e meia de execução, cada um dos caprichos de McCombs estão autorizados a tomar o seu tempo para desfraldar um caminho lento para uma completa satisfação do ouvinte.

CassMcCombs_CAPA DISCO

Não há como fugir. “Big Wheel and Others” é uma obra colossal, capaz de testar a paciência – mesmo aos fãs de Cass McCombs. É um fardo de feno e um barril de petróleo, é um disco para uma manhã de domingo, para todo o cumprimento a uma garrafa de vinho tinto e um maço de cigarros. É um disco para nos perdermos em canções de estrada, canções de rock, canções folclóricas, canções de blues, músicas country, rhythm and blues, cinema, canções de culto, poemas divagações e baladas. Cada um usa como quiser. Cuidado com os abusos.

Texto de Bruno Pedro Simões

(Publicado a 24 de Outubro de 2013)