• Photobucket

Home / Uncategorized / Mário Montenegro

Mário Montenegro

sliderlogosmall

Mário Montenegro, director da Marionet e da Máfia (Federação Cultural de Coimbra), deixou a sua tese de doutoramento em pausa, pôs o seu recém-nascido a dormir e veio ter connosco ao Largo da Portagem. Irrita-se com os carros parados no passeio e sente-se bem no Parque Verde.

Gosto de Coimbra porque…
Porque me acolheu muito bem e é a cidade da família que escolhi.

Figura mais emblemática da cidade:
A Universidade.

Em Coimbra, irrita-me…
Carros parados em cima do passeio.

Sítio preferido:
Parque verde.

Melhor esplanada:
Santa Cruz, para ver a vida da baixa; Mosteiro Sta Clara-a-Velha, com um belo horizonte; as do Parque Verde, pela proximidade do rio.

Melhor sítio para comer:
No Pátio sinto-me em casa, haverá coisa melhor?

Melhor sítio para beber copos:
Quebra.

O que faz no dia do cortejo da Queima das Fitas?
Fico pela Solum, onde moro, ou vou passear para outro lado.

Onde costuma estacionar quando vai à Baixa? Dá moeda ao arrumador?
Quando vou de carro estaciono frequentemente no parque do Parque Verde e dou moedas à autarquia.

Onde é que não leva um amigo de visita à cidade?
Aos centros comerciais. 

Se pudesse demolir alguma coisa em Coimbra, o que seria?
Torre do Arnado.

Um espaço desaproveitado:
A marginal do rio, de um lado e do outro (apesar do Parque Verde).

Melhor concerto/espetáculo/exposição/outro que viu (em Coimbra):
Young Gods, na Broadway, em 1990; Propriedade Privada, da Olga Roriz, no TAGV, talvez em 1996.

Último museu que visitou:
Machado de Castro, mas muito de passagem. Terei de voltar. 

Para relaxar/estar sozinho, vou/faço…
Deixo os filhos na escola.

Para me informar sobre o que acontece em Coimbra…
Feeds de amigos do facebook.

Estou a responder a este inquérito… 
Em casa. Aguardo familiares que vêm conhecer o menino que entretanto nasceu.

Questionário feito por Carina Correia

(Publicado a 3 de Outubro de 2013)