• Photobucket

Home / Cinema / Como um Trovão

Como um Trovão

PLACE BEYOND THE PINES

The Place Beyond the Pines” (“Como Um Trovão”) é daqueles filmes que ficam a pairar em nós muito depois de o vermos. Quando isso acontece é muito bom. Derek Cianfrance, após realizar “Blue Valentine” (2010), regressa com esta longa (bastante longa) metragem. E novamente escolheu Ryan Gosling para a protagonizar.

O enredo fala-nos de Luke (Ryan Gosling), um jovem que tem como profissão realizar performances de mota (do género ‘poço da morte’) em feiras populares. Ao passar por Schenectady, Nova Iorque, reencontra-se com Romina (Eva Mendes), um caso do passado, e descobre que ela teve um filho seu. Luke conhece a criança e imediatamente tenta mudar de vida e assumir o papel de pai de família, conseguindo um emprego como mecânico. O patrão de Luke percebe o talento deste com as motos e propõe-lhe uma sociedade a fazer assaltos a bancos. O crime e o perigo tornam-se assim uma constante, até que se dá um encontro entre Luke e o polícia Avery Cross (Bradley Cooper) e a vida de ambos nunca mais será igual.

Este é um filme com uma duração acima do normal, mas que não cansa. Na verdade, o filme quase que se podia dividir em várias partes distintas e em nenhum momento estamos à espera do que vem a seguir. Todos os personagens são os bons e os maus da fita, todos cometem erros e têm qualidades, assim como na vida real. E esta é precisamente a grandeza deste filme. A sua proximidade com as questões reais e com a incerteza da vida, mesmo que num cenário distante da maioria dos espectadores.

Como um Trovão” está repleto de cenas fortes e silêncios ferozes (especialidade de Ryan Gosling), que cobrem o filme com uma enorme carga emotiva. A simplicidade da fotografia concebida por Sean Bobitt, torna-se um elemento fundamental para a construção de todo o ambiente sugerido e nunca forçado. Apesar de alguns clichés, poucos, as personagens deste filme são profundas e exigem constantemente a nossa atenção e compreensão.

O título do filme em português é baseado numa das frases do filme: “se correres como um relâmpago, vais estourar como um trovão”. Serve bem para analisarmos alguns comportamentos dos personagens, ao mesmo tempo que se faz a alusão ao tempo e à sua necessidade, nomeadamente no título original, que nos remete para um lugar tranquilo.

Se às vezes sentimos que estamos a ficar perdidos, e que já estamos a ver um outro filme completamente diferente, no fim tudo faz sentido e se torna completo. Um dos filmes do ano.

Título: The Place Beyond The Pines
Realizador: Derek Cianfrance
Actores: Ryan Gosling, Eva Mendes, Bradley Cooper, Ray Liotta
Ano: 2012

Texto de Carina Correia

(Publicado a 26 de Setembro de 2013)