• Photobucket

Home / Tendências / Skate para todos

Skate para todos

BPI_3864Se para uns andar de skate é uma moda, para outros um desporto e para outros ainda uma filosofia de vida, o certo é que precisa de ser aprendido. E Coimbra acaba de ganhar pontos nessa matéria. Abriu na cidade a primeira escola de skate: a Equilíbrio Skate School

Não é difícil perceber a origem do nome desta escola. Equilíbrio tem tudo a ver com o skate. Não só em termos físicos, até porque é um das capacidades que se desenvolve, como também em termos mentais, pois são exigidas a força de vontade, a persistência e a humildade. E curiosamente, ou não, os professores desta escola admitem que “equilíbrio é uma palavra que acaba por aparecer imensas vezes quando se está a ensinar”.

José Manuel Silva e Miguel Carvalho, ambos de Coimbra, são então os criadores e também os instrutores de serviço. A ideia surgiu-lhes de modo informal, numa noite de conversa, conjugando assim diversos factores. Por um lado, confessam, “surgiu do nosso gosto pelo skate e o que este representa para nós, podendo assim criar uma coisa nossa com a qual nos identificamos”. Foi aliás através do skate que estes dois amigos se conheceram, ainda nos anos 90. Por outro lado, alia duas grandes experiências na área. Miguel é praticante de skate há vinte e quatro anos, tendo participado e organizado vários eventos da modalidade e José pratica skate há dezoito, tendo formação académica em desporto e experiência como docente.

Após a luz acesa nos cérebros, foi começar a rolar. “Passámos para um processo de investigação, no sentido de perceber o que se faz noutras escolas, dentro e fora do país, e assim definir o nosso método”, explicou-nos José. Porque, apesar de tudo, “o skate é um desporto que ainda tem uma teoria e metodologia pouco definidas”. Ao mesmo tempo, “temos amigos a trabalhar noutras escolas do país e ao falar com eles percebemos algumas coisas e nomeadamente que tínhamos pernas para andar”, disse Miguel.

BPI_3885

A manobra seguinte foi comprar o material. Sim, porque na Equilíbrio Skate School o material está incluído nas aulas, o que aliás é raro ser proporcionado pelas escolas. E quando falamos em material, falamos no próprio skate e nas protecções: joelheiras, cotoveleiras, protecção de pulsos e capacete. “O que é ideal para quem quiser ir só experimentar”, relembram.

Apesar de darem início às aulas em Coimbra (no skatepark do Parque Verde do Mondego) a partir de quinta-feira, dia 29 de Agosto, várias foram as actividades já desenvolvidas pela escola. Durante o Verão proporcionaram uma “skate experience” nas “Férias Criativas” da Qta São Gerónimo, em Quiaios no “Quiaios_lima limão cira skimboards” e estiveram a dar aulas em Avô. “Estas experiências têm, para além da promoção, o intuito de, antes do novo ano lectivo começar, perceber como as coisas funcionam e como podemos melhorar”.

Sendo os principais objectivos da escola promover a aprendizagem do skate de forma segura e divertida, bem como proporcionar uma progressão na modalidade, estes instrutores não se cansam de frisar que “o skate não é um brinquedo”. Serve para praticar um desporto, onde se desenvolvem várias capacidades motoras condicionais (como sejam a flexibilidade e a resistência) e coordenativas (como por exemplo o equilíbrio e a capacidade de reacção). Portanto, há que aprendê-lo bem. “Muitos miúdos aprendem a andar de skate sozinhos, mas aprendem mal, o que põe a sua integridade física em risco. As bases têm de ser aprendidas da forma correcta”, insiste José. Existem metodologias e progressão de manobras, mas “a partir do momento em que ganhas autonomia, o skate é livre, cada um se identifica de maneiras diferentes, não tens de saber tudo”.

Quanto ao desafio que o skate proporciona, não há dúvidas. “É muito desafiante, tem de se insistir muito. Dá gozo e dá maus tratos. E para pessoas que não tenham grande motivação para fazer coisas ou até para as que acham que sabem fazer tudo, o skate vai provar o contrário. E quando começas a andar de skate, começas a ver as coisas de outra maneira. Ensina muito para a vida”, diz-nos Miguel, com jeito de ‘fala a voz da experiência’.

BPI_3840

Este é um desporto para todos. Os alunos desta escola podem ser crianças (a partir do quatro anos), jovens e adultos. E não há distinções a fazer, até porque “todos caem”. Convém referir também, ao contrário do que o senso comum tende a mostrar, que as meninas são mais que bem-vindas a esta escola e à prática do skate. “Já tivemos, nestas experiências recentes, meninas a praticar e a verdade é que elas surpreenderam bastante”, contam-nos.

Como referimos acima, as aulas no Parque Verde da cidade começam quinta-feira, 29 de Agosto, a partir das 17h e continuam sexta, sábado e domingo seguintes todo o dia. A partir daí, serão todos os fins-de-semana e também por marcações. Os preços são convidativos e dos mais baratos que se podem encontrar. Uma aula de 90 minutos custa 10€, mas se os alunos vierem em grupo (de dois ou mais), os preços baixam. Existem também as “skate experiences”, que são aulas de 45 minutos com o custo de 4€. Para todas as informações basta ir à página do facebook ou ligar.

Vamos equilibrar-nos?

Equilíbrio Skate School
Horário: fins-de-semana e horários a marcar
Local: Parque Verde do Mondego (junto aos Pavilhões do desporto Náutico)
Telefone: 916078590

Texto de Carina Correia
Fotografia de Bruno Pires

(Publicado a 29 de Agosto de 2013)